No meu ultimo post eu falei sobre o satanismo, e pra dizer a verdade ainda não terminei, ainda tem muita coisa para se comentar sobre o assunto, mas por enquanto basta.

O tema de hoje é outro, o tema de hoje é Umbanda e Candomblé, como prometido.

O Candomblé é uma religião afro-brasileira de origem totêmica e familiar que tem por base a anima (alma) da Natureza, sendo portanto chamada de anímica.

Foi desenvolvida no Brasil com o conhecimento dos sacerdotes africanos que foram escravizados e trazidos da África para o Brasil, juntamente com seus Orixás/Inquices/Voduns, sua cultua, e seu idioma, entre 1549 e 1888.

Foi uma religião condenada pela Igreja Católica e criminalizada pelos governos, com a tentativa de fugir das represálias os escravos sintetizaram os Orixás nos santos católicos, os negros usavam como camuflagem um altar com imagens de santos católicos e por baixo os assentamentos escondidos.

Por incrivel que pareça o Candomblé é uma religião “monoteísta”. Os Orixás cultuados teriam sido criados por uma unica divindade suprema, uma divindade que alguns dizem ser o mesmo deus cristão.

Existe uma vasta gama de Orixas, mas hoje, a media de um Terreiro é de doze Orixás cultuados, que recebem animais, comidas, danças e roupas como oferendas.

Orixás têm individuais personalidades, habilidades e preferências rituais, e são conectados ao fenômeno natural específico (um conceito não muito diferente do Kami do japonês Xintoísmo). Toda pessoa é escolhida no nascimento por um ou vários “patronos” Orixás, que um babalorixá identificará. Alguns Orixás são “incorporados” por pessoas iniciadas durante o ritual do candomblé, outros Orixás não, apenas são cultuados em árvores pela coletividade. Alguns Orixás chamados Funfun (branco), que fizeram parte da criação do mundo, também não são incorporados.

Preconceito e racismo

No passado e ainda hoje religiões afro-brasileiras sofrem um forte preconceito (disfarçado ou descarado).

São rotuladas como satanistas, macumbeiros, tendo seus Orixás chamados de demônios… isso não é só uma ofença grave como também deixa claro que o povo brasileiro esta longe de ser tolerante, que ainda estamos presos a nossa verdade absoluta gerada pelo perigoso senso comum.

Bem, a macumba e o candomblé são coisas diferentes, Orixás não são demônios, são espíritos que personificam elementos da natureza e aqueles que seguem essa religião não são satanistas.

**********

Agora a Umbanda…

É o tipo de religião puramente brasileira. O que eu quero dizer é que ela é de origem brasileira, baseada em preceitos religiosos brasileiros resultanto em uma mistura de varias outras religiões como o catolicismo, espiritismo e varias outras afro-brasileiras.

É difícil falar dessa religião, visto que há varias vertentes dentro dela, sendo assim vou dar uma pincelada geral adotando conceitos generalizados mas sempre tentando fugir do senso comum.

Um bom conceito geral da religião é a crença na existência de uma fonte criadora universal, um Deus supremo, chamado Olorum, Zambi ou Oxala; Outro é a obediência aos ensinamentos básicos dos valores humanos, como: fraternidade, caridade e respeito ao próximo. Sendo a caridade uma máxima encontrada em todas as manifestações existentes (ideais espíritas); A crença nos Orixás… e por ai vai, e sempre com essas características vindas de outras religiões.

Prova do que estou falando é a sua crença que mistura a ideia do Deus Único com a de Orixás como espíritos desencarnados: Deus, em sua benevolência e em sua força emana de si e através dos orixás e dos guias (espíritos desencarnados) seu amor, auxiliando os homens em sua caminhada para a elevação espiritual e intelectual.

O que é importante ressaltar é que mais uma vez é errado considerar um membro da Umbanda como macumbeiro. É uma religião que causa medo e preconceito e um grande responsável por isso é a sua própria falta de uniformidade entre os cultos, um exemplo disso é a polêmica sobre o sacrifico de animais e bebidas alcoólicas.

Realmente, o sacrifico de animais não é fantasia, o problema é se é realmente correto chamar de Umbanda o culto que sacrifica animais, uma vez que nas regras originais da Umbanda não há referencia ao sacrifico.

De qualquer forma, tanto a Umbanda quanto o Candomblé são religiões/temas muito controversos e completos, não da para aprofundar em uma pequeno post como este. Mas espero ter tocado no ponto

E para continuar a polêmica…

A próxima religião que eu comentarei será a Bruxaria!^^

E já vou adiantando: sim, a bruxaria é uma religião, uma religião pagã que pode sim ser a mais antiga do mundo!

Anúncios