Em um post anterior eu já havia falado sobre o Satanismo de Lavey.

Aquele post foi quando eu no inicio do Blog e acho que ficou carregado de muita informação e difícil de entender, o que vou tentar não repetir.

Hoje vou tentar falar menos do satanismo em si e me focar mais em LaVey e sua obra: a Bíblia Satânica.

Bem, de inicio vou dizer que não li o livro, não por completo pelo menos, só li as primeiras partes, o suficiente para fazer alguns comentários superficiais.

De inicio posso dizer que Anton LaVey é o homem que fundou a primeira igreja assumidamente satânica. A Igreja de Satã nasceu no ano 1966 (ano satânico) em São Francisco, California, EUA.

LaVey conta que o que o incentivou a escrever o livro e fundar a igreja foi o fato de que, aos 16 anos, tornou-se musico de uma boate onde ele via “homens de bem” (casados) olhavam com luxúria as dançarinas da boate, e no dia seguinte, quando ele tocava o órgão da igreja na missa dominicana, ele via esses mesmos homens pedindo perdão por seus pecados, pedindo que Deus os purificasse de seus desejos carnais (isso enquanto estavam sentados ao lado de sua mulher e filhos), porem, na semana seguinte, estavam esses mesmos homens na boate, cometendo o mesmo pecado. LaVey conclui que a igreja cristã vive da hipocrisia e que a natureza selvagem do homem sempre o domina.

Logo que chegou as livrarias a obra já se tornou uma das mais vendidas. O livro foi publicado em 1969 (outro ano satânico) e tinha 272 paginas, o meu exemplar (que eu baixei) tem apenas 59 paginas. Ele tem um monte de rituais mágicos, criticas, leis e blasfêmias.

No prefacio LaVey já critica aqueles chamados de falsos satânistas, que temem e se protegem dos demonios que invocam ao invés de aceita-los por completo. Também no prefácio há 9 declarações que definiriam a base do satanismo.

As Nove Declarações Satânicas:

1. Satã representa indulgência, em vez de abstinência!

2. Satã representa existência vital, em vez de sonhos espirituais!
3. Satã representa sabedoria pura, em vez da autoilusão hipócrita!
4. Satã representa bondade para quem a merece, em vez de amor desperdiçado aos ingratos!
5. Satã representa vingança, em vez de virar a outra face!
6. Satã representa responsabilidade para o responsável, em vez de se ligar a vampiros espirituais!
7. Satã representa o homem como um outro animal, algumas vezes melhor, mais freqüentemente
pior do que os outros que caminham de quatro, porque em seu “divino desenvolvimento
espiritual e intelectual”, se tornou o animal mais viciado de todos!
8. Satã representa todos os denominados pecados, pois eles se direcionam a uma gratificação
física, mental e emocional!

9. Satã tem sido o melhor amigo que a igreja já teve, pois ele cuidou dos seus negócios todos esses anos!

No satanismo a blasfêmia faz parte de suas filosofias, por isso algumas das declarações presentes no livro sobre Deus:

“Enfio meu dedo indicador sem sangue aguado do teu impotente e louco redentor, e escrevo sobre sua testa rasgada de espinhos: O VERDADEIRO príncipe do mal, o rei de todos os escravos”

“Olho firme no olho vidrado de seu medroso Jeová e puxo-o pela barba; ergo um largo machado e parto em duas sua caveira comida de vermes”

Para LaVey “Não existe nenhum céu brilhante glória, e nenhum inferno onde os pecadores assam … nenhum redentor vive!”. Alem disso LaVey proclama morte aos fracos e doentes e vitória aos fortes, diz para se vingar pois dar a outra face é desonroso e covarde, diz que devemos destruir nossos inimigos e não ama-los, diz para nos entregarmos aos nossos desejos carnais e não nega-los com a idéia de pecado…

De qualquer forma você pode tirar suas próprias conclusões. Como eu disse o meu exemplar só tem 59 paginas e eu nem preciso dizer onde eu baixei pois há propagandas em todas as paginas. Se quiserem baixar e ler… está ai:


Anúncios