Lugar de mulher é na…

Calma, meninas. Não briguem comigo. Quem chegou a essa conclusão foram duas pesquisadoras (sim, mulheres) da Universidade de Rutgers, em Nova Jérsei (EUA). E o estudo já é descrito, logo de cara, como “preliminar”, então não levem tão a sério. Mas é isso aí: os resultados de testes e entrevistas aprofundadas que Jessica Good e Diana Sanchez fizeram com 102 voluntários homens indicam que os machistas (o termo se refere, nesse estudo, aos caras que “apenas” veem a mulher como um ser mais fraco, que precisa da proteção masculina – nada a ver com qualquer tipo de comportamento violento ou coisa assim) mostraram maior investimento na família, em deixar a companheira satisfeita e no relacionamento em geral. Justamente por esse ímpeto de proteger, de cuidar da pobre mocinha indefesa.

***

Fonte: Revista Super Interessante

Anúncios